terça-feira, 24 de setembro de 2013

Resenha - A ordem perdida

Livro: A ordem perdida - Gabriel Schmidt


Sinopse

A Liga dos Yethis traz consigo o espírito de seis jovens guerreiros que precisam encontrar a Ordem. Um pequeno artefato que não demonstra o quanto a existência da humanidade depende dele. Ável com seus amigos terá de enfrentar inúmeros inimigos, diversas dimensões e poderes; além da fúria dos deuses adormecidos. Acompanhe a corajosa trajetória desse grupo que promete não desistir de sua busca.

Resenha

A Ordem perdida é um livro de fantasia e o primeiro livro do autor Gabriel Schmidit.
A história começa nos contando um pouco de como o mundo foi criado, devido a Titãs inimigos se apaixonarem gerando assim mestiços Deuses que geraram o universo e após perceberem que os humanos não raciocinavam criaram o homo sapiens. 

Os Deuses cederam seus filhos que estavam prestes a nascer para serem criados por humanos que não podiam ter filhos, mas esses humanos foram avisados que eles retornariam para buscar os filhos quando fosse necessário, e esse dia chegou quando as crianças viraram adolescentes.

Os filhos dos Deuses nem imaginavam que tinham poderes e muito menos quem eram e foram surpreendidos por criaturas fantásticas e levados para uma escola de treinamento para aprenderem a lutar e usar seus poderes. Durante a estadia dos adolescentes na escola a Ordem desaparece e eles irão passar por muita aventura e perigo para recuperar esse artefato criado pelos Deuses. Leia A ordem perdida e aventure-se.

O livro é narrado por vários protagonistas deixando o leitor a par de vários pontos de vista.
Um livro pequeno de 167 páginas que li em apenas um dia, com bastante aventura, mitologia e fantasia, e com um final que vai te deixar ansioso pela continuação da serei.
Recomendo a todos os que apreciam fantasia e gostem de livros rápidos.


Classificação do livro



Sobre o autor



GABRIEL SCHMIDT nasceu em 8 de maio de 1996 em São Bernardo do Campo, São Paulo. No início do Ensino Fundamental, escreveu e autografou seu primeiro “livro”, com menos de uma dezena de páginas, escrito e desenhado a mão, nascia aí seu talento por esta nobre arte; no Hall do edifício onde morava montou uma “banca” onde vendia seus exemplares. Muito criativo, contava e escrevia suas histórias, provocando euforia e expectativa entre seus amigos e professores. Em novembro de 2011, decidiu escrever seu primeiro livro, concluindo-o em maio de 2012. Sua dedicação, persistência, vontade e por acreditar em um SONHO, o levaram a conquista da publicação de A Ordem Perdida, o primeiro livro da saga.

Onde comprar: